Fraudadores tomam empréstimos em nome de Lula, apura PF

Polícia Federal diz que nome do presidente foi usado para tomada de crédito consignado em Uruguaiana, no RS

Pedro Rocha, do Estadão.com.br,

21 Dezembro 2010 | 13h50

A Polícia Federal investiga um golpe que utilizou o nome do presidente Luís Inácio Lula da Silva para conseguir empréstimo consignado, em Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. O promotor de Justiça Rodrigo de Oliveira Vieira encaminhou à Justiça de Uruguaiana pedido que o caso seja repassado para a polícia da região.

 

Segundo Vieira, o crime começou a ser apurado pela PF em 2007, após ser constatada a realização de alterações indevidas de endereço nos registros do benefício previdenciário de Lula. A PF constatou que as alterações no cadastro ocorreram por falhas e vulnerabilidades do sistema e não por ato criminoso. Mas empréstimos consignados fraudulentos foram realizados em nome do presidente, em Uruguaiana, e serão apurados.

 

Vieira informa que, como o crime foi cometido contra pessoa física, a competência passou a ser não mais da Justiça Federal, mas da Estadual.

Mais conteúdo sobre:
Lula previdencia golpe Uruguaiana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.