Fotógrafo do 'Estado' é premiado por imagem de Dilma em ato militar

Na foto premiada, a presidente parece ser transpassada por uma espada durante cerimônia

12 Janeiro 2012 | 12h25

O fotógrafo Wilton de Sousa Junior, de O Estado de S.Paulo, é o vencedor do Prêmio Internacional de Jornalismo Rei de Espanha, na categoria Fotografia. Wilton Junior foi premiado pela foto da presidente Dilma Rousseff durante cerimônia na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende (RJ). No mesmo clique, o fotógrafo combinou a imagem de Dilma inclinada para a frente com o registro, em segundo plano, de um militar empunhando uma espada. Como resultado final, a presidente parece ser transpassada pela arma.

A imagem foi publicada na edição de 21 de agosto de 2011 do Estado. O resultado foi anunciado hoje pela Agência Efe e pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento. Segundo a Efe, o júri destacou, na foto de Wilton Junior, "a habilidade do fotógrafo para captar um instante de perfeita sincronização cujo resultado produz supresa".

 

A publicação da fotografia coincidiu com um momento delicado do governo Dilma, em que o PMDB, principal aliado, estava em conflito com o PT, partido da presidente, em disputa por espaço e troca da acusações que envolviam ministros dos dois partidos. "Eu buscava uma foto que sintetizasse o momento difícil que a presidente Dilma vivia. Tentei fazer a foto de mais perto, mas o resultado não ficou tão bom. Então, optei pela imagem mais distante", diz Wilton Junior, que tem 37 anos de idade, 19 de profissão e está no Estado desde 2001.

No evento, a presidente participou de uma cerimônia de entrega do espadins aos 441 cadetes da turma Bicentenário do Brigadeiro Sampaio, realizada na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, na Região Sul Fluminense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.