Forbes esclarece viral que colocava Lula entre bilionários do ano

Artigo explica metodologia do cálculo para ranking dos mais ricos do mundo e lembra que ex-presidente não está na lista; capa falsa com petista circula na internet desde 2012

Lilian Venturini - O Estado de S.Paulo

23 Agosto 2013 | 16h27

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não está entre os bilionários da lista dos mais ricos do mundo elaborada pela revista Forbes. Um artigo publicado no site da revista nesta sexta-feira, 23, ajuda a esclarecer informações que circulam pela internet desde 2012 que atribuem ao petista uma fortuna de US$ 2 bilhões.

 

Uma suposta edição traz Lula na capa da revista. A imagem foi republicada em diversos blogs desde maio do ano passado. "Um leitor querido me perguntou se a Forbes investigou a fortuna de Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do Brasil. Eu gostaria de aproveitar esta oportunidade para explicar metodologia Forbes 'para compilar fortunas", começa o artigo, assinado por Ricardo Geromel. Em março, a revista publicou a nova relação dos mais ricos, que não traz o petista entre os listados.

 

O autor explica quais os bens são considerados, como é verificado o patrimônio declarado pela personalidade e enfatiza que Lula não está entre os bilionários já identificados pela publicação. "Eu gostaria de destacar que, embora existam alguns bilionários que são os políticos, Lula não é um deles", afirma. Ele cita como exemplos de políticos o presidente do Chile, Sebastian Piñera (US$ 2,5 bilhões) e o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg (US$ 27 bilhões). No texto, o autor lembra as palestras feitas por Lula após deixar a Presidência. Por uma delas, o ex-presidente teria recebido US$ 100 mil por uma exposição de 50 minutos. Mesmo assim, conclui o jornalista, "não há evidência que sugira que Lula esteja perto de se tornar um bilionário".

 

O ex-presidente já figurou em rankings feitos pela Forbes em anos anteriores mas na categoria das "pessoas mais poderosas do mundo", que não leva a renda em consideração, mas critérios como influência e atividade exercida. O texto também desmente os rumores de que o filho de Lula, Fábio Luís Lula da Silva, Lulinha, tenha se tornado um bilionário.

 

Segundo o autor, dos 46 brasileiros listados pela revista no último ranking, a personalidade "mais ativa" na área política é o empresário Guilherme Leal (US$ 1,8 bilhão), que em 2010 disputou as eleições presidenciais como vice-candidato da ex-senadora Marina Silva. Além dele, apareceram na lista de março deste ano figuras como o apresentador de TV Silvio Santos, o empresário Antonio Ermírio de Moraes e o bispo Edir Macedo.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Lula Forbes bilionários

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.