1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Fernando Henrique diz que País precisa de 'sacolejão nacional'

CARLA ARAÚJO E RICARDO CHAPOLA - Agência Estado

17 Fevereiro 2014 | 14h 10

Em evento para empresários em Santo André, ex-presidente criticou política e economia brasileira e disse que é preciso 'gente com voz'

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) afirmou nesta segunda-feira, 17, que é preciso mudar o rumo do País. "Chegou a hora de repensar o modelo federativo adequado a esse novo rumo", disse, durante palestra a empresários em Santo André (SP).

Segundo FHC, está faltando uma visão mais clara de quais são os desafios para os anos que virão. "Se olhar pra frente, falta gás, falta visão parar entender qual é o rumo", reforçou. Para FHC, é preciso ainda investir na reconstrução do futuro. "Está chegando novamente o momento em que é preciso dar uma nova virada no País. Um ''sacolejão nacional", disse.

O ex-presidente afirmou ainda que as lideranças brasileiras deveriam se entender para o País dar um salto adiante. "Precisa de gente com voz. Precisamos com gente de visão de Estado, de gente que crie condições de fazer com que as pessoas acreditem de novo", disse.

Durante a palestra, FHC criticou o grande número de partidos políticos e disse que é um "absurdo" que o País tenha 30 legendas. "Não são partidos, são blocos de interesse para pegar um pedaço do Estado", afirmou.

O ex-presidente disse que o sistema está "começando a pipocar". "A máquina pública está rendendo cada vez menos porque o corporativismo toma conta. Nós geramos um monstro que foi esse sistema, que não dá mais para funcionar. E nós vamos ter que mudar", reforçou.

FHC afirmou ainda que o Brasil está perdendo competitividade. "Não dá mais para fechar a economia. E se não dá, vamos trabalhar, vamos tomar as decisões pertinentes", afirmou. Segundo ele, o Brasil tem condições de ser mais competitivo, mas está perdendo espaço. "Nós temos que nos preparar sem medo de abrir mais a competição."

Citando dificuldades nas relações comerciais com os Estados Unidos e com a União Europeia, o ex-presidente avaliou que a política comercial brasileira "está deixando o País isolado".

FHC deu as declarações durante a palestra "O Futuro do Desenvolvimento dos Municípios com Ênfase no Grande ABC". A palestra, promovida pelo Diário do Grande ABC, reuniu cerca de 200 empresários.