1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mensalao

Fazenda do DF investigará doações feitas a Genoino

JOÃO DOMINGOS - Agência Estado

18 Março 2014 | 21h 05

O secretário da Fazenda do Distrito Federal, Adonias dos Reis Santiago, disse que mandou investigar se moradores da capital doaram dinheiro para a vaquinha que familiares do ex-deputado José Genoino (PT-SP) fizeram para arrecadar cerca de R$ 700 mil para o pagamento da multa fixada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão em que o ex-presidente do PT foi condenado. Caso seja encontrado algum doador de Brasília, será cobrado dele o Imposto sobre Doação de Quaisquer Bens ou Direitos.

A informação foi dada por Santiago à deputada distrital Liliane Roriz (PRTB), por intermédio do ofício 02/2014, do dia 10. Foi uma resposta a requerimento da deputada - que é filha do ex-governador Joaquim Roriz e oposição ao PT -, no qual ela pediu informação sobre a cobrança de impostos dos doadores a Genoino, visto que em Brasília esse tipo de taxação consta da Lei 3.804/2006. A alíquota desse imposto é de 4%. O secretário argumentou que só pode cobrar o imposto de quem mora no Distrito Federal.

Por isso, segundo Santiago, ele determinou à Subsecretaria da Receita que realize diligências para saber se houve doadores a Genoino que residem no Distrito Federal. O ofício-resposta a Liliane Roriz foi divulgado no momento em que há uma grande polêmica em Brasília, cujo governador, Agnelo Queiroz (PT), é suspeito de ordenar que os petistas prisioneiros do mensalão - Delúbio Soares, João Paulo Cunha, José Dirceu e Genoino - recebam tratamento privilegiado no Presídio da Papuda.

Mensalao