1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Fábio Faria assume comando, interino, da Câmara

DAIENE CARDOSO E EDUARDO BRESCIANI - Agência Estado

11 Abril 2014 | 14h 09

Diante da ausência do presidente Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e da vacância da primeira-vice presidência com a renúncia do deputado licenciado André Vargas (PT-PR), o deputado Fábio Faria (PSD-RN) assume a presidência da Câmara dos Deputados em uma semana mais curta e sem grandes projetos em discussão. Por causa da Semana Santa, só haverá sessões deliberativas na terça (15) e na quarta-feira (16). A pauta voltará a ficar trancada, desta vez pela Medida Provisória (MP) 637, que trata da liberação de créditos extraordinários no valor de R$ 1,9 bilhões a diversas áreas do governo.

Conhecido mais no noticiário de celebridades do que de política, o "deputado galã" Fábio Faria é oficialmente o presidente interino da Casa desde hoje. Ele ocupará a função por dez dias devido a uma viagem para a China de Henrique Eduardo Alves. Por causa do feriado, a previsão é que neste período dificilmente a Câmara terá condições de votar algum projeto por falta de quórum.

Genro do dono do SBT, o apresentador Silvio Santos, Faria namora Patricia Abravanel, que está grávida de quatro meses de um menino. O deputado tem um histórico de namoros com mulheres famosas, como as apresentadoras Adriane Galisteu e Sabrina Sato. O romance com Galisteu foi o que rendeu a Faria as maiores menções nas páginas de política quando ele usou recursos da Câmara para bancar uma viagem da então namorada no Carnaval. Pego na chamada "farra das passagens", o deputado devolveu à Casa R$ 21,3 mil em 2009 e foi poupado de qualquer sanção.

Enquanto o "deputado galã" administra a Câmara, o presidente oficial lidera uma comitiva que inclui outros seis deputados, como os líderes do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP), do PSDB, Antonio Imbassahy (BA), e do PMDB, Eduardo Cunha (RJ). Na ida, passarão um dia em Dubai, nos Emirados Árabes. Após a divulgação que ficaria em um hotel com diária de US$ 1,7 mil, Alves decidiu trocar a hospedagem e ficará com os colegas em outro local com diária de US$ 326,00. Os integrantes da comitiva receberão diárias de US$ 550,00. A agenda inclui encontros com lideranças chineses e visitas aos principais pontos turísticos. A viagem ocorre por convite do parlamento do país.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo