1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Executiva do PT de SP discute situação de André Vargas

BEATRIZ BULLA E FERNANDO GALLO - Agência Estado

10 Abril 2014 | 12h 42

A Comissão Executiva Nacional do PT iniciou no início da tarde desta quinta-feira, 10, uma reunião na capital paulista. Oficialmente, o assunto é o Encontro Nacional de Tática do partido, que acontecerá nos dias 2 e 3 de maio, mas os petistas irão discutir também nesta tarde a situação do deputado André Vargas (PT-PR).

Ainda nesta semana, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que Vargas deve explicar à sociedade sua ligação com o doleiro Alberto Yousseff. Na visão do ex-presidente, quem "paga o pato" pela situação é o partido. Após pedir licença do mandato no início da semana, Vargas renunciou ontem à vice-presidência da Câmara dos Deputados para se dedicar à sua defesa no processo instaurado pelo Conselho de Ética por quebra de decoro parlamentar. A saída mais confortável para o PT descolar a crise que atinge o deputado da imagem do partido seria a renúncia de Vargas ao mandato.

Diante da cobrança de Lula e da não renúncia de Vargas, a expectativa é que a Executiva tome alguma decisão sobre o futuro do deputado no PT e sobre a situação da legenda na Câmara.

Além do presidente nacional do PT, deputado estadual Rui Falcão, participam do encontro ainda o secretário-geral do partido, Geraldo Magela, o líder da bancada na Câmara, deputado Vicentinho, o secretário nacional de Comunicação do PT, José Américo, o secretário de Finanças e Planejamento, João Vaccari, o senador Wellington Dias, o deputado federal Paulo Teixeira e a secretária de Relações Internacionais, Mônica Valente.

No início do encontro, o presidente da Central Única dos Trabalhadores, Vagner Freitas, que também participa da reunião, fez um balanço da manifestação sindical de ontem.