1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Ex-líder do governo Dilma diz que vai votar em Aécio

BERNARDO CARAM - Estadão Conteúdo

18 Agosto 2014 | 20h 40

Romero Jucá (PMDB-RR) criticou a gestão da petista e e disse que País não suporta mais quatro anos governado pelo PT

Ex-líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) criticou a gestão de Dilma Rousseff e declarou que vai votar no candidato tucano Aécio Neves. As afirmações foram feitas em palestra a economistas em Roraima na última quarta-feira, 13, poucas horas após a morte de Eduardo Campos.

Para o senador, que é do partido de Michel Temer, candidato a vice na chapa pela reeleição de Dilma, o Brasil não suporta mais quatro anos da forma que está sendo gerenciado pelo PT. "Você tem um governo ideológico na forma de comandar a economia", disse, antes de afirmar que o modelo econômico atual daria certo em países como Albânia e Casaquistão. "A gente tinha duas opções de voto. Era o Aécio e o Eduardo. Hoje, perdemos um. Eu vou votar no Aécio", declarou. Nas palavras de Jucá, o candidato do PSDB é o que mais tem condições de "mudar essa linha de pensamento que não combina com o Brasil".

Entre críticas a setores específicos, como a vulnerabilidade no setor elétrico e enfraquecimento da indústria sucroalcooleira, o senador disse que "o PT quer aumentar direitos sociais, que tiram a competitividade da indústria". "O produto chinês não tem INSS, não tem licenciamento ambiental, não tem nenhum tipo de custo indireto", disse. "E nós estamos aqui discutindo se a gente vai baixar de 44 horas para 40 horas semanais a capacidade de trabalho do trabalhador brasileiro. Ou seja, nós estamos querendo importar um modelo que não deu certo", completou.

Eleições 2014