1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ex-governador do Rio Marcello Alencar morre aos 88 anos

Wilson Tosta e Tiago Rogero - O Estado de S. Paulo

10 Junho 2014 | 08h 13

Senador cassado pelo regime militar, político também foi prefeito da capital carioca pelo PDT e pelo PSDB

Atualizado às 8h40

Rio - O ex-governador do Rio de Janeiro Marcello Alencar morreu na madrugada desta terça-feira, 10, aos 88 anos. Um dos oito senadores cassados pelo regime militar após o Ato Institucional nº 5 (AI-5), Alencar foi advogado do líder estudantil Vladimir Palmeira nos anos 60 e, depois da anistia, voltou à política, pelo PDT fundado por Leonel Brizola.

O ex-governador morreu em casa, em São Conrado, na zona sul da cidade, por volta das 4h15. O velório, segundo nota divulgada pelo PSDB-RJ, será nesta quarta, 11, a partir das 9h, no Palácio da Cidade, em Botafogo.

Marcello Alencar também foi prefeito do Rio duas vezes: a primeira, na primeira metade dos anos 80, quando Brizola era governador e o nomeou prefeito quando não havia eleição direta para o poder executivo municipal nas capitais; e a segunda, eleito pelo voto direto, em 1988.

Depois de romper com Brizola em 1992, Marcello foi para o PSDB, partido pelo qual se elegeu governador em 1994. Depois de não conseguir eleger o sucessor em 1998, não disputou mais cargos públicos, embora por muito tempo fizesse política nos bastidores. O ex-governador havia sofrido dois acidentes vasculares cerebrais e vivia havia alguns anos com acompanhamento médico.

Pelo Twitter, o diretório do PSDB do Rio lamentou a morte do ex-governador: "É mais um grande personagem da história da democracia brasileira que perdemos".

O presidente do PSDB no Estado do Rio, deputado estadual Luiz Paulo, vice-governador de Marcello entre 1995 e 1998, destacou a atuação política do amigo. “Para todos nós, ele foi um ícone. Liderou o PSDB do Rio durante décadas, é uma referência. Ele ajudou a construir o processo de recuperação do Rio e deixa um legado imenso, tanto na área política quanto pessoal”.

Presidente do PSDB na capital fluminense, o deputado federal Otávio Leite publicou nas redes sociais: “Faleceu nesta madrugada Marcello Alencar. Meu amigo, professor, e minha referência política. Sua história será digna de importantes registros. Saudades”.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo