Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Espionagem dos EUA a brasileiros é grave, diz Renan

Política

Espionagem dos EUA a brasileiros é grave, diz Renan

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgou nota em que considera as informações sobre possível espionagem das comunicações de cidadãos brasileiros "graves e preocupantes". Ele disse que por isso mesmo as suspeitas de espionagem contra brasileiros por parte do governo dos Estados Unidos devem ser investigadas em profundidade.

0

RICARDO BRITO ,
Agência Estado

08 Julho 2013 | 20h25

"Ao Congresso Nacional cabe averiguar a veracidade das informações e exigir as explicações das autoridades", diz a nota. No plenário do Senado Renan chegou a classificar como "indevida" a intromissão dos Estados Unidos em assuntos do País.

Reportagens do jornal O Globo de domingo, 7, e segunda-feira sustentaram que, com base em documentos vazados por Edward Snowden, ex-espião da CIA, e-mails e telefonemas de brasileiros foram monitorados, bem como uma base de espionagem em Brasília teria sido montada pelos americanos. Atualmente, Snowden está na Rússia, depois de ter deixado Hong Kong no final de maio. Ele pediu asilo à Nicarágua.

Na nota, Renan afirma que a Comissão de Relações Exteriores do Senado deve colaborar com as investigações no sentido de esclarecer ao Brasil todo o ocorrido. "A Presidência do Congresso Nacional está à disposição destes colegiados para colaborar e agir no que for preciso a fim de um esclarecimento cabal", diz a nota.

Asilo

Senadores defenderam em plenário que a presidente Dilma Rousseff conceda asilo político a Snowden. "O Snowden é um herói dos Estados Unidos. Amanhã ou depois as pessoas vão se lembrar do Snowden e não do (Barack) Obama", afirmou o senador Roberto Requião (PMDB-PR), referindo-se ao presidente norte-americano que tenta extraditar o ex-técnico da CIA para processá-lo por traição e quebra de sigilo funcional. "É uma vergonha que países latino-americanos tenham oferecido asilo e a gente não", completou.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.