1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Especialista acha piora da 'queda' de Dilma 'coerente'

SUZANA INHESTA - Agência Estado

07 Abril 2014 | 11h 57

O cientista político e professor do Insper, Carlos Melo, disse nesta segunda-feira, 7, que a queda de popularidade da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), não é surpresa, é uma reação consistente e coerente.

"Tivemos uma grande reversão de expectativas. O governo Dilma foi de menor desenvolvimento e avanço da inflação. Claro, portanto, que a popularidade vai cair. A queda da popularidade da presidente não provocada pela CPI da Petrobras, não foram todas as ''barbeiragens'' dos últimos 30 dias. É um processo consistente de piora de expectativa para o Brasil. Já estava na consciência de setores e vai se expandindo", declarou ele, em sua apresentação na 2ª Conferência do Agronegócio, promovida pelo Espírito Santo Investment Bank, em São Paulo.

Para ele, as reações em relação à imagem da presidente são consequências de problemas ideológicos e culturais e também de problemas estruturais da política nacional. Ele citou a falta de lideranças e da não-renovação da máquina política. Na mais recente pesquisa sobre as eleições presidenciais, divulgada pelo DataFolha no último sábado, a presidente Dilma perdeu 6 pontos porcentuais e aparece com 38% das intenções de voto. O cenário com os partidos nanicos mostra, ainda, Aécio Neves (PSDB) com 16% e Eduardo Campos (PSB) com 10%.

Melo também comentou que se houver um segundo turno nas eleições presidenciais deste ano, será "um grande problema" para Dilma, sobretudo se houver uma consolidação de um bloco antigovernista. "O primeiro turno já será muito disputado. Se Dilma ganhar no primeiro turno vai ser por diferença mínima. Já com segundo turno, as eleições serão mais dramáticas, emocionantes de se observar. O jogo vai ser mais pesado", ressaltou.

O professor projetou cenários para 2015, considerando a eleição de cada um dos presidenciáveis. Com Dilma, segundo ele, os ajustes políticos e econômicos serão moderados e não serão tão simples. "Piora num primeiro momento, para depois melhorar. Não é verdade que Lula é tutor de Dilma. Ela tem se mostrado zelosa de seu poder. E os ajustes serão moderados, porque terá poucos instrumentos para pressionar o Congresso. Pode haver mudança, mas não será tão simples. Teremos de acompanhar, vai ser no dia a dia", disse.

Com Aécio, Melo explicou que a alternância por si, já melhora o presidencialismo de coalizão. "Há chances de que o primeiro ano de Aécio seja de ''lua de mel''. E ele tem melhores condições de dar encaminhamentos aos ajustes", declarou. O professor acrescentou que a agenda de Aécio será mais previsível, mas pode haver um recrudescimento de conflitos, pois a oposição, depois de anos no poder, estará mais forte.

Já com Campos, conforme o especialista, pode haver uma conciliação maior. "Vamos ver se Eduardo Campos é o político pragmático e aglutinador que ele está apregoando nas campanhas. O teste será durante o processo eleitoral", destacou. "Aécio e Campos devem crescer em cima do desgaste do governo. Entretanto, pesquisas são uma fotografia. Para olhar a política é necessário olhar para o filme inteiro", completou.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo