Em vídeo, Aécio promete 'vigiar' novo governo Dilma

Em vídeo, Aécio promete 'vigiar' novo governo Dilma

Candidato derrotado na disputa presidencial afirma ter disputado 'eleição desigual' e acusa adversária de ter feito campanha com 'infâmia e mentira'

ELIZABETH LOPES, Agência Estado

29 Outubro 2014 | 12h09

São Paulo - Depois de ser derrotado no segundo turno das eleições presidenciais do último domingo, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou um vídeo nas redes sociais para novamente agradecer as manifestações de apoio e para afirmar que estará "atento e vigilante" ao novo governo da presidente reeleita Dilma Rousseff.

No vídeo de 1min44s, Aécio diz ter recebido centenas de milhares de manifestações, a maioria delas "de enorme tristeza pela resultado das eleições". "De um lado nós temos que nos lembrar que disputamos uma eleição desigual. Com o outro lado usando como nunca a máquina pública, a infâmia e a mentira contra nós", afirmou.

Depois das críticas à campanha adversária, o tucano falou sobre o que seria o aspecto positivo das eleições. "O Brasil acordando e as pessoas indo para as ruas para serem protagonistas da construção do seu próprio destino e esta é a maior força que temos hoje, a união para fiscalizar as ações deste governo e cobrar os resultados", disse, emendando que os seus eleitores podem ficar tranquilos porque ele estará "atento" aos compromissos de campanha prometidos por Dilma. "Senão, será denunciado", disse Aécio, que voltará a cumprir seu mandato no Senado.

No final, agradeceu os votos que recebeu e citou uma frase do ex-governador Eduardo Campos, morto em agosto deste ano, "Não vamos desistir do Brasil", e outra de seu avô, o ex-presidente Tancredo Neves: "Não vamos nos dispersar."

Mais conteúdo sobre:
eleições Aécio Neves Dilma Rousseff

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.