1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Em Minas, público protesta e tucano nem consegue falar

ALEX CAPELA - Agência Estado

02 Maio 2014 | 09h 01

A Nova Central Sindical dos Trabalhadores, ligada ao PSDB, armou nesta quinta-feira, 01, em Belo Horizonte um palanque para o pré-candidato do partido ao governo de Minas, Pimenta da Veiga. O tucano, porém, não conseguiu falar. Vaiado, limitou-se a anunciar a próxima atração do showmício, MC Leozinho. Constrangido, Pimenta desceu do palanque e, em entrevista, fez ataques à presidente Dilma Rousseff por causa de seu pronunciamento na TV na noite de quarta-feira, 30. "Ela não foi presidente, ela foi candidata", afirmou.

Indiciado sob suspeita de lavagem de dinheiro em um dos inquéritos decorrentes do mensalão mineiro, Pimenta enfrenta dificuldades dentro do próprio PSDB em Minas, que está receoso com o fato de o pré-candidato ter recebido R$ 300 mil, em 2003, de uma das agências do empresário Marcos Valério, já condenado pelo mensalão federal.