1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Em cerimônia com Dilma, tucano critica custo de energia

CARLA ARAÚJO E MÁRIO BRAGA - Agência Estado

14 Março 2014 | 17h 44

O governador de Tocantins, José Wilson Siqueira Campos (PSDB), fez um discurso de críticas e cobranças ao governo federal durante a cerimônia de entrega de unidades do programa "Minha Casa, Minha Vida", que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff. O tucano criticou as consequências do atual cenário elétrico nacional para os usuários do Estado. Segundo ele, os consumidores tocantinenses vão ter que arcar com os custos da necessidade de acionar as usinas termoelétricas sem precisar utilizar este tipo de energia.

Siqueira Campos afirmou que o Estado utiliza apenas 12% da capacidade hidrelétrica instalada e repassa "praticamente de graça, sem quase receber ICMS", o total restante para ser consumido principalmente pelo Sudeste. "Pagar o preço (do acionamento) das usinas termoelétricas sem as usar é uma injustiça com o povo de Tocantins", disse.

O tucano afirmou ainda que mesmo com a abundância da oferta local de energia elétrica, os moradores de Tocantins pagam uma das maiores tarifas elétricas do País. Ele pediu à presidente que solicite à Eletrobras que "conclua as burocracias" para o avanço do programa "Luz para Todos" no Estado. Campos disse que a quinta tranche, que contempla mais 12 mil ligações, depende de uma autorização da estatal do setor elétrico.

Por fim, Siqueira Campos cobrou a conclusão das obras da ferrovia Norte-Sul entre Palmas e São Luís, no Maranhão. "É necessário que o modal ferroviário entre efetivamente em operação, transportando não somente cargas, mas também passageiros", afirmou.