1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições não podem priorizar troca de ataques, diz Aécio

GABRIELA LARA - Agência Estado

24 Maio 2014 | 17h 37

O senador Aécio Neves (PSDB) disse, neste sábado, 24, esperar que a eleição presidencial não se caracterize em troca de ataques entre situação e oposição. "Não é o caminho que queremos. Se eles (PT) querem oferecer o medo, nós vamos oferecer esperança", disse, lembrando indiretamente o vídeo sobre "fantasmas do passado" divulgado pelo PT recentemente na internet. O candidato está em Porto Alegre para a cerimônia que oficializou a aliança do PSDB e do Solidariedade com o PP no Rio Grande do Sul e também lançou a pré-candidatura da senadora Ana Amélia Lemos, do PP, ao governo gaúcho.

Durante entrevista no evento, Aécio foi questionado sobre comentários de que seria usuário de drogas. Para ele, isso faz parte da "estratégia de guerrilha na internet" que pretende fazer o assunto repercutir na grande imprensa. É o "submundo da política nas redes (sociais)", afirmou. O senador mineiro disse que tem uma história de vida digna e honrada da qual se orgulha e que, mesmo sendo acusado pelo PT há muito tempo, se tornou "especialista" em derrotar o partido nas eleições. Nesta semana Aécio revelou, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, que fumou maconha quando era jovem, mas que agora não recomenda o consumo de drogas.