1. Usuário
Assine o Estadão
assine


'Ele quer se fazer de vítima', diz Eduardo Cunha sobre Rui Falcão

Bernardo Caram e Valmar Hupsel Filho - O Estado de S. Paulo

06 Março 2014 | 15h 21

Em mensagens no Twitter, líder do PMDB responde a entrevista do presidente do PT ao Estado; petista disse não aceitar 'ultimatos'

Brasília - Em mais um episódio da troca de farpas entre o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha, e o presidente do PT, Rui Falcão, o peemedebista usou novamente sua conta no microblog Twitter para dizer que está sendo agredido pelo petista.

"Engraçado, sou agredido pelo Rui Falcão, respondo, aí ele vem e diz que não aceita ultimato? Quem está dando ultimato? Ele quer se fazer de vítima", disse Cunha.

Nesta quinta, o presidente do PT disse ao Estado que não aceitará ultimatos. Falcão ressaltou que tem desentendimentos com o líder do PMDB. "O líder do PMDB, nosso principal aliado, não pode estar no governo e fazer oposição ao mesmo tempo. É preciso se definir", disse.

O desentendimento entre o peemedebista e o petista começou quando Rui Falcão disse, na semana passada, que o PMDB na Câmara estaria descontente por não ter recebido cargos na reforma ministerial.

Em seguida, Cunha, dos principais articuladores do "blocão" dos insatisfeitos com o Palácio do Planalto, ameaçou convocar uma convenção extraordinária do partido para avaliar um possível rompimento da aliança com o PT. "A cada dia que passo me convenço mais que temos de repensar esta aliança, porque não somos respeitados pelo PT", escreveu ele na terça-feira.

'Pilantra'. Em outras mensagens publicadas nesta quinta em sua página no Twitter, Cunha também rebateu as críticas do presidente do PT-RJ e prefeito de Maringá, Washington Quaquá, a quem o chama de "pilantra".

A mensagem de Cunha era uma reação aos comentários de Quaquá, que na quarta-feira, chamou o deputado de "chantagista" e "bocudo". "Não vou perder tempo e baixar o nível com um pilantra como esse QuaQuá.Ele não é personagem de páginas políticas e sim de páginas policiais", escreveu Cunha.

O peemedebista também acusa o prefeito de causar a queda de um avião, ocorrida em outubro passado, que causou a morte de duas pessoas. "Aliás a imprensa devia aproveitar e visitar o que ele está fazendo com aeroporto de. Marica. E criminoso", disse. "Recentemente causou a queda de um avião com mortes,porque colocou veículos da pref na pista e impediu que o avião com problemas descesse", completou.