1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Eduardo Campos afirma ser contra a legalização do aborto

Ricardo Brandt - O Estado de S. Paulo

20 Abril 2014 | 10h 38

Pré-candidato do PSB à Presidência está em Aparecida, onde participou pela primeira vez da missa de Páscoa no Santuário Nacional da cidade

APARECIDA - O ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), pré-candidato à Presidência, afirmou na manhã deste domingo, 20, que é contra o aborto e que a legislação brasileira é adequada para o assunto e não deve ser alterada. Campos participou das celebrações da missa de Páscoa no Santuário de Aparecida.

"Como cidadão acho que minha posição e a de todos. Não conheço ninguém que seja a favor do aborto", afirmou o ex-governador, ao ser perguntando sobre o assunto.

Visivelmente constrangido por ter que falar sobre o tema ao lado do cardeal dom Raymundo Damaceno, Campos tentou desconversar. "A legislação brasileira já é adequada. Ela já prevê as circunstâncias e os casos e eu não vejo razão para que se altere exatamente a legislação que o Brasil já tem", disse Campos.

O pré-candidato do PSB participou pela primeira vez da missa de Páscoa no Santuário Nacional de Aparecida. Na área reservada para autoridades no altar, Campos rezou e cumprimentou o pré-candidato do PT ao governo de São Paulo Alexandre Padilha, também presente, no final da missa.

Campos acompanhou toda cerimônia ao lado da mulher Renata e do filho recém-nascido Miguel.

Depois da missa, Campos e o restante da família foram até a casa do arcebispo de Aparecida para um café.

Questionado por jornalistas sobre eleições, Campos disse que não trataria do assunto por ser domingo de Páscoa. "Hoje é dia de Páscoa. Vamos ter o ano todo para conversar sobre isso."

  • Tags: