Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política » Doria explora relação com Montoro para se reafirmar como tucano

Política

Nilton Fukuda|Estadão

Política

PSDB

Doria explora relação com Montoro para se reafirmar como tucano

Em resposta às críticas de que não tem tradição no PSDB, empresário publica vídeos que o ligam ao ex-governador

0

Ricardo Chapola,
O Estado de S.Paulo

16 Fevereiro 2016 | 08h31

Para rebater as críticas de adversários internos de que não tem tradição no PSDB, o empresário João Doria Jr. decidiu explorar sua relação com o ex-governador André Franco Montoro em uma série de vídeos publicados nas redes sociais. Montoro foi responsável pela entrada do empresário na vida política nos anos 1980. A ideia é reforçar a ligação de Doria com o ex-governador – tática já utilizada durante praticamente todos os eventos de campanha de Doria no processo de prévias do partido.

Doria é um dos três nomes do PSDB que almeja disputar a Prefeitura nas eleições deste ano. Além dele, pleiteiam a vaga o vereador Andrea Matarazzo e o deputado federal Ricardo Tripoli. O PSDB vai decidir o candidato da sigla no dia 28.

A equipe de Doria vem publicando nas redes sociais depoimento de pessoas “relembrando” a participação do empresário nas eleições de 1982, quando o empresário coordenou a comunicação da campanha de Montoro ao governo paulista, e também a atuação dele no movimento das Diretas-Já.

Um dos principais depoimentos que a equipe de Doria veiculou nas redes sociais é o do neto de Montoro, também chamado André – ele integra um dos grupos da ala jovem do PSDB, a Conexão 45. Na gravação, André diz: “O João vai usar a tecnologia para a cidade melhorar”.

Outro depoimento publicados no perfil de Doria no Facebook é do presidente da TV Cultura, Marcos Mendonça. No vídeo, ele recorda a campanha de Montoro em 1982 e o trabalho de Doria naquele período. “Lembro dele garoto ainda quando coordenou o grupo de comunicação da campanha de Montoro. E foi revolucionário. Mudou o País. Aquilo lá foi o passo fundamental para nós podermos ter o retorno da democracia”, disse Mendonça durante um evento promovido por Doria.

Outro vídeo publicado na rede social é um trecho de entrevista da cantora Fafá de Belém no programa Roda Viva, da TV Cultura. Durante a entrevista, a cantora lembra quando foi convidada por Doria a subir no palanque de uma das manifestações das Diretas-Já. Foi a partir de então, segundo escreveu o empresário no Facebook, que Fafá ficou conhecida como “a voz das Diretas”. A assessoria de imprensa do empresário informou que a cantora também vai gravar outra mensagem de apoio à candidatura dele.

A família Montoro, que tem tradição no PSDB, está dividida quanto a quem vai apoiar nas prévias do partido. Uma parte dela apoia Doria e é muito próxima do empresário. Alguns membros da família e Doria Jr. têm casas em Campos do Jordão, onde são vizinhos. A outra parte da família, no entanto, apoia a candidatura de Matarazzo.

Doria é filiado ao PSDB desde 2000, mas nunca teve atuação efetiva no partido, o que também gera críticas de parte dos principais líderes da legenda. O senador José Serra, que apoia a candidatura de Matarazzo à Prefeitura, ironizou Doria ao dizer que nem sabia que o empresário era filiado ao PSDB.

Alckmistas. Na semana passada, Doria recebeu o apoio do secretário de Energia do governo Geraldo Alckmin, João Carlos Meirelles, e o chefe de gabinete da pasta, Marco Antonio Castello Branco. Eles gravaram um vídeo no qual afirmavam que a candidatura do empresário representa a “renovação” do PSDB.

“Eu apoio João Doria pela sua longa militância partidária e por representar o novo, a renovação”, disse Meirelles. “Ele vem do mundo empresarial. É um fato novo no PSDB. Estamos precisando de renovação na vida política.”

O empresário é o candidato apoiado por Alckmin, que não tem se manifestado sobre isso publicamente. O governador, no entanto, tem trabalhado nos bastidores, pedindo a líderes tucanos e a seus secretários que apoiem a candidatura de Doria. / COLABOROU P.V.

Comentários