Dilma visita instalações da Saab, fabricante dos novos aviôes da FAB

Um dos principais pontos da visita de cortesia foi a apresentação à presidente da maquete da aeronave em tamanho real

Andrei Netto, enviado especial a Estocolmo - O Estado de S. Paulo

19 Outubro 2015 | 14h09

Estocolmo - A presidente Dilma Rousseff conheceu nesta segunda-feira, 19, as instalações da fabricante aeronáutica sueca Saab, que produz o Gripen NG, novo caça que equipará a Força Aérea Brasileira (FAB) em 2019. Um dos principais pontos da visita de cortesia foi a apresentação à presidente da maquete da aeronave em tamanho real exposta em um dos angaria da companhia em Linköping, no sul da Suécia. 

Dilma chegou acompanhada de sua delegação de ministros, que inclui o ministro da Defesa, Aldo Rebelo. 

No início da visita, Dilma assistiu uma apresentação realizado pelo diretor-presidente da Saab, Hakan Buskhe, que apresentou à delegação brasileira os produtos mais importantes fabricados pela companhia. "Nós somos líderes em submarinos convencionais", explicou Buskhe, citando um exemplo de material bélico produzido pelos suecos. "Nós somos o mais barato avião de caça do mundo, mas também o mais eficiente", disse ele sobre o Gripen NG.

Na oportunidade, Dilma entrou no cockpit do caça para conhecer os equipamentos e, a seguir, encontrou-se com engenheiros brasileiros que trabalharão no projeto ao lado dos projetistas suecos. "A transferência de tecnologia nada mais é do que a capacidade que temos de ter pessoas que vão absorver o conhecimento aqui e poderão criar outros conhecimentos. A importância deles é imensa", afirmou, cercada dos engenheiros e suas famílias. "Só comprar o avião não era o que interessava. Nos interessava comprar o avião e que a tecnologia fosse transferida." 

Mais conteúdo sobre:
grippen Dilma rousseff

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.