1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Dilma vê aliança 'bastante sólida' no Pará, onde PT apoia filho de Jader

Fernando Gallo, enviado especial

25 Abril 2014 | 11h 49

Partido da presidente deve ficar com a vaga no Senado na chapa de Helder Barbalho (PMDB)

Belém - A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira, 25, que a aliança entre PT e PMDB no Pará, onde os petistas apoiarão a candidatura de Helder Barbalho (PMDB) - filho do deputado Jader Barbalho (PMDB) - está "bastante sólida".

A declaração foi dada em entrevista a rádios paraenses, antes da agenda que a presidente cumpre o dia todo no Pará. Ela fora indagada sobre a aliança entre os dois partidos nacionalmente e também no Estado.

"Certamente o PMDB e o PT estarão juntos na eleição nacional. Acredito que, nos Estados, sempre que isso possa ocorrer, será muito bem-vindo. Sei que no Pará essa aliança entre PT e PMDB está sendo construída e me parece que já está até bastante sólida", afirmou Dilma.

Pelo acordo costurado nacionalmente, com aval de Dilma e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os petistas apoiarão Helder, e ficarão com a vaga do Senado na chapa, que será ocupada pelo ex-deputado Paulo Rocha (PT).

O acordo enfrentou resistência da ala ligada à ex-governadora Ana Júlia Carepa (PT), mas acabou sendo referendado em encontro de delegados estaduais do partido por uma maioria de 249 votos contra 100.

Agenda. Além de inaugurar um porto privado construído pela Bunge em Barcarena (PA), Dilma participa, em Belém (PA), de uma cerimônia de formatura de alunos do Pronatec e de uma entrega de máquinas a prefeitos de cidades paraenses.