1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Dilma vai a PE e atrapalha festa de Eduardo Campos no DF

AYR ALISKI - Agência Estado

13 Abril 2014 | 19h 41

O governador de Pernambuco, João Soares Lyra Neto (PSB), deverá acompanhar a presidente Dilma Rousseff na agenda prevista para esta segunda-feira, 14, no Estado. A confirmação veio neste domingo, 13, da assessoria do Palácio do Campo das Princesas, feita ao Broadcast, serviço de informações da Agência Estado. Para o período da manhã, está prevista cerimônia de inauguração do navio Dragão do Mar do Estaleiro Atlântico Sul, no Porto de Suape. À tarde, a programação envolve assinatura da ordem de serviço para a construção da segunda etapa da adutora do Pajeú, em Serra Talhada. Na prática, no entanto, isso significa que Lyra Neto estará ausente de um grande evento do PSB marcado também para esta segunda-feira, só que em Brasília.

Amanhã à tarde a aliança PSB-REDE-PPS realiza um "evento político-cultural", na capital federal, com a presença de Eduardo Campos, presidente nacional do PSB e ex-governador de Pernambuco, e da ex-senadora Marina Silva, da Rede Sustentabilidade. Na oportunidade, será anunciada a composição da chapa da pré-candidatura à Presidência da República.

Ou seja, ao cumprir agenda em Pernambuco, Dilma esvazia a festa do PSB na capital federal, impossibilitando a presença do Lyra Neto, até pouco tempo atrás vice-governador de Campos. Foi a partir da desincompatibilização de Eduardo Campos para disputar a Presidência da República que Lyra Neto assumiu o governo do Estado. O evento em Brasília reforçará a mensagem de que Marina é a vice de Campos na disputa pelo Palácio do Planalto e que essa aliança está firme.

O roteiro de Dilma em Pernambuco, inicialmente marcado para esta segunda-feira, chegou a ser reprogramado para a quarta-feira, 16. Depois o Palácio do Planalto voltou atrás e realocou a programação, novamente, para a segunda-feira, exatamente o mesmo dia do evento PSB-REDE-PPS em Brasília.

Eleições 2014