1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dilma quer discussão sobre violência entre candidatos

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS E MÁRIO BRAGA - Agência Estado

30 Abril 2014 | 10h 00

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira, 30, que no processo eleitoral deste ano a questão da violência terá de ser discutida de forma séria. "No processo eleitoral temos de ter uma discussão séria sobre violência", afirmou em entrevistas a rádios da Bahia, onde cumpre agenda nesta quarta-feira.

Perguntada o que e como o governo federal pensa em fazer para combater a violência, a presidente disse que "a primeira coisa que se tem a fazer é não ter a menor complacência com ela (violência)".

Dilma lembrou que a Constituição de 1988 colocou a segurança sob responsabilidade dos Estados, mas ressaltou que o governo federal não pode se furtar de ajudar as unidades da federação no combate à violência. Ela disse ainda que a União tem trabalhado em parceria com as polícias estaduais nos Estados em que os governadores têm recorrido ao governo federal.

Ainda nesta manhã, Dilma participa da entrega de unidades habitacionais do programa "Minha Casa, Minha Vida", em Camaçari (BA). Ontem, ela participou de eventos em Feira de Santana, no interior baiano.