1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dilma não controla finanças com austeridade, diz Serra

ELIZABETH LOPES E PEDRO VENCESLAU - Agência Estado

21 Março 2014 | 16h 25

O ex-governador José Serra (PSDB) criticou nesta sexta-feira o governo da presidente Dilma Rousseff (PT), em palestra no 58º Congresso Estadual de Municípios. Ele disse que assistimos hoje a uma espécie de "espetáculo" no governo federal, que não consegue controlar suas finanças com austeridade. "Isso afeta a credibilidade, cria fragilidade", afirmou para uma plateia formada majoritariamente por prefeitos e vereadores do paulistas.

Ainda nas críticas ao governo federal, o ex-governador disse que a administração federal cria despesas que os municípios têm de cobrir, como o piso nacional de professores. No seu entender, as UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) são um engodo porque o custo de manutenção fica a cargo do município e quem leva "os louros" é o governo federal.

Serra, possível candidato a deputado federal pelo PSDB nas próximas eleições, citou realizações de suas gestões na Prefeitura de São Paulo e no governo do Estado. O tucano disse que o custo do recapeamento quando assumiu a gestão do município caiu quatro vezes em relação à gestão anterior, da petista Marta Suplicy. E lembrou a criação da Nota Fiscal Paulista em sua administração.