Reuters
Reuters

Dilma liga para cumprimentar Cunha pela eleição na Câmara

Presidente telefonou para desafeto do Planalto um dia após peemedebista impor derrota ao governo no Legislativo

DANIEL CARVALHO, O Estado de S. Paulo

02 Fevereiro 2015 | 15h21

Brasília - A presidente Dilma Rousseff só telefonou para o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na manhã desta segunda-feira, 2, para parabenizá-lo pela vitória na noite de domingo, 1º. Cunha disse que a presidente foi "gentil" e o parabenizou. Dilma também demonstrou disponibilidade para conversar com Cunha, embora eles não tenham marcado uma data para encontro. A presidente não compareceu à cerimônia de abertura do ano legislativo nesta segunda.

O ministro Pepe Vargas (Relações Institucionais), um dos cabos eleitorais do candidato governista derrotado ontem, Arlindo Chinaglia (PT-SP), também telefonou para Cunha, mas o presidente não pôde atender e ficou de retornar em outro momento. Desafeto do governo federal e da presidente Dilma, Cunha liderou uma rebelião de partidos da base aliada na Câmara no início do ano passado e se lançou candidato à presidência da Casa defendendo "independência" do Legislativo e que o Congresso não se tornasse um "puxadinho" do Planalto.

Quando ministros começaram a pedir votos para Chinaglia, Cunha alertou para o risco de "sequelas" devido à interferência do governo na eleição. Nesse domingo, depois de eleito, ele minimizou a ameaça. Com 267 votos, ele derrotou o candidato oficial do Palácio do Planalto, Arlindo Chinaglia (PT-SP), que recebeu 136 votos, 44 a menos do que a soma dos deputados que compunham o bloco que o apoiou. 

Júlio Delgado (PSB-MG), candidato da oposição, teve 100 votos e Chico Alencar (PSOL-RJ), 8 votos. Houve dois votos em branco.
Cunha vai suceder a Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Com a reeleição de Renan Calheiros (PMDB-AL) para a presidência do Senado, o PMDB manteve os dois postos de comando no Congresso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.