1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dilma: equipamentos dão mais autonomia a prefeitos

BEATRIZ BULLA E LUÍS LIMA - Agência Estado

20 Março 2014 | 15h 49

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira que as máquinas e equipamentos entregues a municípios "dão mais autonomia" a prefeitos. "O dinheiro das máquinas é de vocês, vocês não precisam me agradecer a doação", disse Dilma, ressaltando que as obras são realizadas essencialmente em municípios. A declaração foi dada em Marabá (PA), onde entrega máquinas a municípios do Estado e lança o edital Pedral do Lourenço, que permitirá a navegabilidade do Rio Tocantins durante todo o ano.

O objetivo da entrega de máquinas, de acordo com Dilma, é "dar cada vez mais autonomia à ação dos prefeitos", para que possam, entre outras coisas, fazer estradas vicinais, exemplificou a presidente. "Ano passado nós combinamos com todos os prefeitos que íamos repassar, para dar uma contribuição ao pagamento do que se chama custeio, R$ 1,5 bilhão em 2013 e R$ 1,5 bilhão em 2014 para todos os prefeitos, respeitando os critérios de distribuição existentes no País", disse Dilma. Ela anunciou que o repasse para ajudar as prefeituras com custeio começa a partir de abril.

Dilma citou ainda que, no período de sua gestão, foi realizado investimento de R$ 681 milhões em Marabá, em obras como pavimentação, saneamento, rodovias e linhas de transmissão de energia. Estas últimas, de acordo com a presidente, "são essenciais" e contribuem para que o País tenha "um sistema elétrico mais robusto".

A presidente Dilma destacou ainda que a hidrovia Araguaia-Tocantins "é a melhor logística possível" e resolve "uma das questões muito importantes para fazer o polo siderúrgico" no Pará. "Eu acompanhei toda a luta no governo do presidente Lula para que vocês tivessem siderurgia. Tem um requisito que a Vale sempre levantou: é preciso ter logística para fazer a integração", afirmou Dilma. "Nós estamos fazendo o primeiro grande movimento para viabilizar uma das mais importantes hidrovias do País", destacou. Ainda hoje, Dilma visita Imperatriz, no Maranhão, para inauguração de fábrica de celulose da Suzano.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo