1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Dilma diz que a verdade vai vencer a mentira em pleito

CARLA ARAÚJO E GABRIELA LARA - Agência Estado

06 Junho 2014 | 21h 13

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira que "nessa eleição a verdade vai vencer toda a quantidade de mentira e desinformação semeada pelo País". "Se na eleição do Lula, a esperança venceu o medo. Nessa eleição é importante que a verdade vença essa quantidade de mentiras", afirmou durante evento organizado pelo PT gaúcho, em Porto Alegre, para lançar a pré-candidatura de Tarso Genro à reeleição ao governo do Estado.

Dilma citou ainda um dos bordões que a campanha petista tem usado para se referir ao governo tucano, que antecedeu os petistas no comando do País. "Muitos querem na oposição voltar ao passado", afirmou, ressaltando que o governo do PT nos últimos 11 anos iniciou uma "trajetória de transformação" com maior distribuição de renda. "Foi um movimento que eu chamo de avassalador".

Assim como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez em seu discurso, Dilma também citou a crise econômica global de 2008 e disse que "o Brasil soube defender, como poucos países, o emprego e o salário dos trabalhadores". "Ficou claro que o Brasil (na crise) não iria se render, não iria se abater e nem se ajoelhar diante do sistema de finanças representado pelo FMI", afirmou.

Dilma disse que com a crise houve desemprego e perda de direitos que explicam o surgimento de movimentos neonazistas e de extrema direita em alguns países do mundo, principalmente na Europa. A presidente destacou que é preciso que o PT tenha orgulho de contar que nesses 11 anos foi "contra a corrente". "Fizemos a maior redução da desigualdade da nossa história", reforçou. "Em só 11 anos".

A presidente afirmou que a transformação social do país aconteceu "como uma onda" e puxou para cima a renda dos brasileiros de uma forma geral. "Nós não tiramos de nenhuma camada para dar para outra. Todos melhoraram renda", disse. Segundo Dilma, "todos os dados mostram que a transformação social ainda está em curso no País". "Essa é a característica maior que nos distingue. Termos sido nos nossos governos, com o PT e com os partidos da base aliada, os protagonistas de uma grande transformação social no Brasil. Ela ainda está em curso e depende de nós", reforçou.

Dilma e o ex-presidente Lula participam em Porto Alegre de evento organizado pelo PT gaúcho para lançar a pré-candidatura de Tarso Genro à reeleição ao governo do Estado e do ex-governador Olívio Dutra ao Senado, ao lado dos aliados PC do B, PTB, PR, PROS, PTL e PTC.