1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dilma: devemos combater corrupção também por Internet

MÁRIO BRAGA E JOSÉ ROBERTO CASTRO - Agência Estado

24 Abril 2014 | 11h 05

A presidente Dilma Rousseff respondeu a internautas que defende o combate à corrupção no País, inclusive por meio da internet. "Todos aqueles que o fazem (o combate à corrupção) terão seu direito à livre expressão e podem contar com a minha parceria", escreveu na página oficial do Palácio do Planalto no Facebook. "O Marco Civil garante que não há a possibilidade de censura de conteúdo de nenhuma forma", acrescentou.

A respeito das práticas de espionagem internacional, a presidente afirmou que as revelações desde o ano passado provocaram "indignação e repúdio em amplos setores da opinião pública brasileira e mundial". "Tais fatos são inaceitáveis pois atentam contra a própria natureza da internet, democrática, livre e plural". Em sua resposta, a presidente repetiu o que disse no discurso da abertura da Conferência Multissetorial Global sobre o Futuro da Governança da Internet (NetMundial), nesta quarta-feira (23), em São Paulo, de que os direitos a que as pessoas tem offline devem também ser protegidos online.

Ela também usou as mesmas palavras proferidas nesta quarta-feira para defender a relação dos governos com a sociedade e entre os governos. "Não é democrática uma internet submetida a arranjos intergovernamentais que excluam os demais setores. Tampouco são aceitáveis arranjos multissetoriais sujeitos a supervisão de um ou poucos Estados", escreveu. "Queremos mais democracia, e não menos", completou.

Na avaliação da presidente, o evento global sobre governança da internet, realizado na capital paulista, "vem impulsionar esse esforço e mostra como o mundo quer, defende e luta por mudanças na situação vigente e pelo fortalecimento da liberdade de expressão e da privacidade na internet". Ela defendeu ainda que nenhum país se sobreponha ao demais nas decisões sobre os rumos da rede. "O caráter multissetorial da internet assegura que empresas, a academia, sociedade civil e governos tenham responsabilidades comuns mesmo que papéis diferenciados", afirmou.

O bate-papo com internautas durou cerca de uma hora. Mais de 750 mensagens foram publicadas na página oficial do Palácio do Planalto no Facebook, dos quais cerca de 11 foram respondidas. A presidente também interagiu agradecendo elogios, mandando beijos e postando uma foto cumprimentando os que participavam da troca de mensagens.

Logo mais, às 11h, a presidente tem agenda prevista em Cuiabá (MT), onde participa da entrega de moradias do programa "Minha Casa, Minha Vida". À tarde, ela visita a Arena Pantanal, assina a ordem de serviço para a duplicação de rodovias e participa da formatura de alunos do Pronatec.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo