1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Dilma destaca melhor segurança do Enem no Facebook

LUCI RIBEIRO, ANA FERNANDES E TÂNIA MONTEIRO - Agência Estado

15 Maio 2014 | 10h 57

A presidente Dilma Rousseff destacou que o governo tem melhorado ano a ano a segurança na realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que, para isso, conta com a parceria dos Estados e atuação inclusive das Forças Armadas. A declaração foi feita em resposta a Andrei Finco, um dos internautas que participaram nesta manhã na terceira edição do "Face to Face com Dilma". A iniciativa foi lançada recentemente pelo governo, em que a presidente tira dúvidas e responde a perguntas via Facebook, sobre temas específicos.

"Andrei, a cada ano, nós melhoramos o esquema de segurança relativo as provas do Enem. Sabe por que para nós a segurança é importante? É porque, com ela, garantimos a isonomia do exame: todas as pessoas que participam têm igualdade de oportunidade. Hoje, temos um amplo acordo com todas as secretarias de segurança dos Estados no País, ao mesmo tempo que as áreas de inteligência da Polícia Federal e das Forças Armadas dão amplo suporte a segurança do Enem. Por sua vez, a Polícia Rodoviária Federal e as Polícias Rodoviárias Estaduais prestam apoio principalmente no transporte das provas.", disse a presidente na postagem.

A uma outra pergunta, de Lucas Rafael Chianello, sobre se o Enem seria o "fim da indústria do vestibular", Dilma escreveu: "Lucas, o Enem é uma forma democrática de garantir a todos os brasileiros e brasileiras maiores oportunidades de acesso à universidade. Com o Enem, você pode participar de um processo seletivo em 115 instituições de uma só vez. O nosso objetivo é um processo de seleção que teste não só o conhecimento, mas também que avalie a capacidade analítica."

Já o internauta Maurício Benedicto falou do mecanismo de pontuação das provas, questionando se não seria um problema o "apressamento" na correção das provas quando corretores são "remunerados por produção, em detrimento de vencimentos fixos". A resposta de Dilma foi direta: "Maurício, os corretores das provas de redação recebem um número limitado por dia. Temos tido o cuidado de garantir aos corretores as melhores condições para que eles façam o seu trabalho de forma adequada."

A presidente Dilma tem usado o Facebook como ferramenta de aproximação com o público, misturando respostas com propostas e ações de governo e brincadeiras mais carismáticas com os seguidores. Na edição de hoje da conversa, Dilma respondeu a 20 perguntas das mais de 400 postadas. Para mostrar que era ela própria respondendo, postou uma primeira foto em frente ao computador e, depois da insistência de Leonam Galeli, postou até uma foto fazendo gesto de um beijo para o internauta.

Nas duas edições anteriores do "Face to Face", Dilma respondeu a perguntas dos internautas sobre Marco Civil da Internet e sobre Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A cinco meses das eleições, além de ter intensificado as viagens pelo país, a presidente também está ampliando suas formas de comunicação direta com a população.