1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dilma defende planejamento para combater seca

GABRIELA LARA E BEATRIZ BULLA - Agência Estado

14 Abril 2014 | 18h 01

A presidente Dilma Rousseff, ao participar na tarde desta segunda-feira da inauguração da primeira etapa da adutora do Pajeú, em Serra Talhada, no interior de Pernambuco, destacou a importância de assegurar a segurança hídrica no País. "Falta de chuva haverá, o que não pode haver é não ter políticas adequadas para convivermos com a chuva ou com a falta de chuva", disse a presidente.

De acordo com Dilma, quase 200 mil pessoas são beneficiadas pela primeira etapa da adutora do Pajeú. "Essa primeira etapa para nós é um orgulho", disse. O evento marcou também a assinatura da ordem de serviço da segunda etapa da adutora. Dilma aproveitou para fazer uma crítica aos governos anteriores: "Antes as pessoas simplesmente entregavam a primeira etapa e ficava por isso mesmo". Dilma complementou: "Durante muito tempo ninguém olhava para a questão da segurança da água aqui nessa região".

A assinatura da ordem de serviço para iniciar a segunda etapa da adutora na região, que aconteceu hoje, prevê mais 195 quilômetros, de acordo com a presidente, para beneficiar 112 mil pessoas em municípios pernambucanos e paraibanos.

"Nesses dois trechos o governo federal investiu R$ 362 milhões. Cada centavo desses R$ 362 milhões é muito bem investido, porque visa a garantir para o nosso povo água para o seu próprio abastecimento, para os animais e para todas as atividades humanas", disse. Mais cedo, a presidente já havia participado da cerimônia de viagem inaugural do navio petroleiro Dragão do Mar e do batismo do navio Henrique Dias, no Estaleiro Atlântico Sul, em Ipojuca (PE).