1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Dilma convida Eunício para participar de comitiva

ERICH DECAT - Agência Estado

18 Março 2014 | 18h 53

A presidente Dilma Rousseff ligou na noite de segunda-feira (17) para convidar o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), para participar da comitiva presidencial que desembarca amanhã no Ceará.

Na capital cearense, Fortaleza, a petista deve participar da entrega de 172 máquinas para 141 municípios. Na cidade de Sobral, cerca de 240 km da capital, em uma única solenidade, Dilma deve anunciar ações do programa Água para Todos com ordem de serviço para construção de cisternas, implantação de 110 sistemas simplificados de abastecimento de água além de realizar entrega de títulos.

"Dilma ligou para eu ir no avião presidencial junto com ela. É um gesto de carinho. Entendo como uma deferência que ela sempre teve pelo líder do PMDB", afirmou o senador. Segundo ele, apesar da crise do partido com o Palácio do Planalto nas duas últimas semanas no Congresso, nunca esteve na linha de frente dos ataques à petista. "Não existe essa questão de fazer as pazes para quem nunca brigou", afirmou.

A iniciativa da presidente Dilma ocorre num momento em que o Estado passa por um impasse na disputa para o governo local, que pode culminar na divisão dos principais aliados da petista na região. Atualmente, o senador Eunício Oliveira aparece na frente nas pesquisas eleitorais para o governo do Ceará e busca apoio do PT para compor a aliança. Os petistas, no entanto, devem seguir junto com o atual governador, Cid Gomes (PROS), que deve indicar um nome para a disputa estadual.

Gomes ganhou uma "carta de crédito" com a presidente principalmente após ele ter deixado o PSB no final do ano passado quando o presidente da legenda e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, sinalizou o desejo de disputar as próximas eleições presidenciais.

A tendência é que o impasse não seja resolvido e a presidente Dilma tenha dois palanques no Estado. Cid Gomes e o vice-presidente nacional do PT, deputado federal José Guimarães (CE), também deverão acompanhar o giro da presidente pelo Estado. O deputado articula o lançamento do seu nome para o Senado na chapa com o PROS.