Ed Ferreira|Estadão
Ed Ferreira|Estadão

Dilma cancela viagem a Mato Grosso do Sul por causa da saúde da mãe

Presidente prefere ficar em Brasília ao lado de Dilma Jane, de 92 anos, e envia Kátia Abreu para inauguração de fábrica

Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2015 | 09h54

Brasília - A presidente Dilma Rousseff cancelou a viagem que faria nesta sexta-feira, 30, a Três Lagoas (Mato Grosso do Sul), onde participaria da cerimônia de lançamento da pedra fundamental de ampliação da Fibria Celulose S/A - Projeto Horizonte 2. O motivo do cancelamento é o estado da mãe da presidente, Dilma Jane, de 92 anos, que vive no Palácio do Alvorada com a filha e tem enfrentado problemas de saúde nos últimos tempos. Em maio, a mãe de Dilma apresentou sintomas de um ataque isquêmico transitório e chegou a ser internada em um hospital de Brasília.

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), irá a Três Lagoas como representante da presidente no evento. A ministra decolou de Brasília às 9h20.

Dilma deve permanecer durante o dia no Alvorada. Hoje não há expediente no Palácio do Planalto, onde a presidente despacha, por ser ponto facultativo em Brasília, em função do Dia do Funcionalismo Público. Estados e municípios pelo País também decretaram ponto facultativo por causa da data comemorativa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.