André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Deputados antecipam carnaval e esvaziam Câmara

Maioria dos parlamentares só deve voltar para capital no próximo dia 19

Isadora Peron, O Estado de S. Paulo

07 Fevereiro 2018 | 19h33

RBASÍLIA - Depois de dois dias de trabalho, a maioria dos deputados deu início já nesta quarta-feira, 7, à folga de carnaval e deve voltar a Brasília somente no dia 19. O desafio após 12 dias de folia será colocar de pé a reforma da Previdência.

Apesar de o painel mostrar 427 deputados na Casa, poucos circularam pelo plenário nesta quarta. Nenhum projeto foi votado na sessão deliberativa marcada para de manhã. À tarde, houve apenas uma sessão de debates, o que, na prática, libera os deputados a voltar para os Estados.

++ COLUNA DO ESTADÃO: Baixo clero quer disputar presidência da Câmara

Focado nas articulações pela Previdência, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nem veio à Casa nesta quarta. O relator do texto, deputado Arthur Maia (PPS-BA), apresentou o novo texto da que deve ir à votação no plenário da Casa a partir do dia 20 de fevereiro.

Apesar dos esforços do Palácio do Planalto, a base aliada tem dado sinais de que não conseguirá reunir os 308 votos necessários para aprovar a proposta de mudança nas regras da aposentadoria.

Segurança. No Senado, a folga do carnaval deve começar nesta quinta. O presidente da Casa, Eunício Oliveira (MDB-CE), conduziu votação no plenário até o final do dia.  

 

Um dos projetos aprovados compõe a agenda de segurança defendida pelo emedebista. Pela proposta, que segue para a análise na Câmara, os  recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) poderão ser usada para a instalação, custeio de bloqueadores de celulares em presídios.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.