1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Deputado cotado para a Aviação Civil deve se reunir com Dilma na quarta-feira

- Atualizado: 29 Fevereiro 2016 | 20h 10

Conversa entre a presidente e o peemedebista Mauro Lopes é considerada o último estágio da negociação, antes da cerimônia de posse

BRASÍLIA - O deputado federal Mauro Lopes (PMDB-MG) deve ir ao Palácio do Planalto nesta quarta-feira, 2, para conversar com a presidente Dilma Rousseff sobre sua nomeação para o comando da Secretaria da Aviação Civil (SAC). A conversa entre a presidente e o candidato a ministro é considerada o último estágio da negociação, antes da cerimônia de posse.

O encontro entre Lopes e Dilma foi agendado na semana passada durante conversa entre o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), e ministros da articulação política do governo. Interlocutores de Picciani e de Lopes ouvidos pelo Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, ressaltam que as conversas para a nomeação estão em estágio final. Segundo esses interlocutores, não há hoje outro nome senão o de Lopes para a Aviação Civil.

O deputado federal Mauro Lopes (PMDB-MG)
O deputado federal Mauro Lopes (PMDB-MG)

De acordo com fontes envolvidas na negociação, caso o "martelo seja batido" nesta quarta-feira, é provável que a posse de Mauro Lopes ocorra já na quinta-feira, 3, junto com a do novo ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva. Indicado pelo ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, o novo comandante da Pasta da Justiça foi confirmado nesta segunda-feira, 29, pelo Planalto.

Na Câmara, Mauro Lopes vem sendo cumprimentado como ministro desde a semana passada por outros parlamentares. O deputado já conversou, inclusive, com alguns de seus assessores informando que deve assumir a SAC. Publicamente, contudo, é cauteloso ao falar do assunto. O objetivo é tentar "não colocar o carro na frente dos bois", evitando que Dilma desista da nomeação, como já aconteceu em outros casos.

A indicação de Lopes para a SAC foi oferecida pelo Planalto à bancada do PMDB de Minas Gerais em troca do apoio dos peemedebistas mineiros à recondução de Picciani à liderança da sigla na Câmara. As conversas começaram ainda no fim de 2015 e se intensificaram em janeiro. Lopes já conversou com ministros do núcleo duro do governo, como Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo).

Fontes ligadas ao Palácio do Planalto confirmam que a negociação para que Mauro Lopes seja nomeado para o comando da SAC está avançada. De acordo com essas fontes, a nomeação do deputado para o cargo está "na mesa" da presidente Dilma Rousseff. Ou seja, aguarda apenas o aval da presidente para que seja concretizada. (COLABOROU CARLA ARAÚJO)

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em PolíticaX