Demitidas servidoras suspeitas de irregularidades no PR

O decreto assinado ontem pelo governador do Paraná, Orlando Pessuti, determinou a demissão das servidoras acusadas de desviar mais de R$ 1 milhão da administração estadual. Segundo a Agência Estadual de Notícias, Ana Lucia de Albuquerque Schulhan, Sabrina Albuquerque Schulhan e Emília de Fátima Larocca Caslavski são acusadas de cometerem condutas irregulares enquanto exerciam função na Superintendência de Desenvolvimento Educacional da Secretaria de Estado da Educação (Sude/Seed).

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

31 Dezembro 2010 | 10h03

O processo administrativo disciplinar e da auditoria constatou o desvio de R$ 1.124.070,30 em diárias realizadas por 96 servidores entre 2007 e 2008. Foram feitas análises relacionadas a 2.648 viagens - 977 no ano de 2007 e 1.671 em 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.