1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Mensalao

Declaração de Lula sobre o mensalão foi 'infeliz', afirma Aécio

Elizabeth Lopes e Pedro Venceslau

28 Abril 2014 | 14h 45

Pré-candidato do PSDB à Presidência, senador afirma que ex-presidente desrespeita o Judiciário ao dizer que julgamento foi 'político'

São Paulo - O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG), classificou de "infeliz" a declaração feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a uma emissora de TV de Portugal sobre o julgamento do mensalão. "É lamentável um ex-presidente da República fazer afirmações que depõem contra o poder Judiciário brasileiro, que é o esteio da democracia brasileira", afirmou Aécio nesta segunda-feira, 28, após palestra na Associação Comercial de São Paulo.

Na entrevista que concedeu à TV portuguesa, Lula disse que o tempo vai se encarregar de provar que o mensalão teve praticamente "80% de decisão política e 20% de decisão jurídica". Para Aécio, não se pode desrespeitar o Judiciário quando as decisões parecem ser desfavoráveis ao desejado. "Não podemos desrespeitar o Poder Judiciário. Pelo cargo que ocupou, (Lula) deveria ser o primeiro a zelar pelo respeito às nossas instituições. Foi uma declaração infeliz".

O senador mineiro participou nesta manhã de palestra na Associação Comercial de São Paulo. Em sua palestra, criticou o governo petista, dizendo que o País vive atualmente uma "herança perversa e perigosa" em razão da gestão, que, segundo ele, é marcada pela ameaça da volta da inflação e por baixos índices de crescimento.

Mensalao