1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Costa recorreu ao STF para tentar sair da prisão

MARIANGELA GALUCCI - Agência Estado

31 Março 2014 | 21h 50

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa recorreu nesta segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar ser libertado. Investigado por suspeita de envolvimento com irregularidades, Costa teve a prisão preventiva decretada pela Justiça Federal em Curitiba. Na casa do ex-diretor foi encontrada grande quantia de dinheiro.

Os advogados de Costa afirmam que o dinheiro é compatível com a atividade empresarial de uma pessoa com a trajetória dele. Ao decretar a prisão, o juiz fundamentou sua decisão, entre outros motivos, no fato de Costa ter esvaziado suas aplicações financeiras em bancos para evitar uma eventual ordem de sequestro pela Justiça. Mas, segundo a defesa, essa não foi a intenção do ex-diretor uma vez que foi realizada uma única transferência do acusado para a conta da mulher no valor de R$ 1,5 milhão.