1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Correção: Norte e NE terão R$ 398 mi para água e esgoto

CARLA ARAÚJO E MÁRIO BRAGA - Agência Estado

23 Junho 2014 | 13h 50

A nota enviada anteriormente contém uma incorreção. O valor mencionado no título está errado. É de R$ 398 milhões e não de R$ 354 milhões. Segue o texto com o título corrigido.

A presidente Dilma Rousseff aproveitou a cerimônia de entrega de moradias do programa Minha Casa, Minha Vida em Macapá (AP), nesta segunda-feira, 23, para destacar ações do governo federal no Estado e afirmou que o Brasil "precisa atender às demandas das Regiões Norte e Nordeste". "Só em água, esgoto e saneamento básico o investimento aqui é R$ 398 milhões", disse.

A presidente afirmou que o governo também destinou R$ 500 milhões para a BR-156 e voltou a destacar a importância da construção da linha de transmissão Tucuruí-Macapá-Manaus. "Essa linha traz consigo outro benefício que é a fibra ótica e, portanto, a banda larga, a inclusão digital e o acesso à internet", afirmou. Segundo ela, essas são condições de infraestrutura fundamentais para desenvolver "qualquer região do País".

Dilma disse ainda que determinou que seja publicado o edital de construção do terminal do aeroporto de Macapá, com a melhoria de pistas e pátio. "Com isso, vamos ampliar a capacidade do aeroporto dos atuais 900 mil passageiros para 4,5 milhões de passageiros", afirmou.

A presidente destacou a importância da parceria com a prefeitura de Macapá para obras de mobilidade urbana e disse que ao todo R$ 132 milhões foram destinados para a construção de 15 quilômetros de corredores de ônibus, 16 terminais, além da reforma dos já existentes. "Construímos também 93 ciclovias", completou.

Em seu discurso, Dilma disse também que o governo tem investido bastante em saúde e educação, pois são "áreas fundamentais na vida das pessoas". "Colocamos aqui recursos para 30 creches, sendo 10 na capital", afirmou. A presidente disse ainda que o Amapá "deu um show" de inscrições do Pronatec. "Proporcionalmente, o Amapá tem um dos melhores desempenhos. Temos 66 mil amapaenses fazendo, ou que já fizeram, cursos de formação profissional", destacou.

Ela ressaltou também o bom desempenho do programa Mais Médicos na região. "O Mais Médicos aqui também está sendo um sucesso. Os 16 municípios que solicitaram receberam 126 médicos, de um total de 127. Esse único que falta chega até o final do mês e aí vamos chegar a 100%", explicou.

Usando o que vai ser uma das suas bandeiras durante a campanha à reeleição, Dilma exaltou as conquistas, mas afirmou que é preciso fazer mais. "Tenho certeza de que fizemos muito e tenho uma certeza ainda maior de que temos muito ainda por fazer". "Queremos que a redução da desigualdade obtida em 11 anos seja perene", afirmou

Dilma finalizou o discurso dizendo ser a presidente de "todos os brasileiros e brasileiras" e que, para o Brasil crescer, todas as regiões precisam ter as mesmas oportunidades. "O Amapá é tão brasileiro como os estados centrais", disse.

Eleições 2014