1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições 2014

Compromissos serão assumidos por Marina, diz Casagrande

ERICH DECAT - Estadão Conteúdo

20 Agosto 2014 | 17h 17

O governador afirmou que não há desconforto sobre a tendência de Marina negar presença em palanques como o de São Paulo

O governador de Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), afirmou nesta quarta-feira que todos os compromissos assumidos por Eduardo Campos serão mantidos por Marina Silva. O governador foi um dos integrantes da reunião das cúpulas do PSB e da Rede realizada na Fundação João Mangabeira, em Brasília, em que se discutiu a composição da chapa presidencial que será encabeçada por Marina e terá como vice o deputado Beto Albuquerque (PSB-RS). "Tudo que foi combinado com Eduardo será mantido", afirmou Casagrande.

Ed Ferreira/Estadão
O governador de Espírito Santo, Renato Casagrande, participou da reunião das cúpulas do PSB e da Rede

O governador também afirmou que não há nenhum desconforto dentro do partido sobre a tendência de Marina negar presença em palanques como o de São Paulo, onde o PSB está unido ao PSDB na disputa do governo estadual. "Ela poderá não ir em um ou outro palanque, mas o partido estará presente", ressaltou.

Já governador de Pernambuco, João Lyra Neto, afirmou que há "absoluta sintonia" entre os vários setores do PSB com a candidatura presidencial de Marina Silva. "Hoje, quando se sentaram Marina e seus companheiros da Rede, nós chegamos a um entendimento, com sintonia absoluta", disse.

Eleito ao lado de Eduardo Campos, Lyra assumiu a vice-governadoria em 2007, então pelo PDT. Em 2013, filiou-se ao PSB. Neste ano, com a desincompatibilização de Campos para disputar a Presidência da República, assumiu o governo estadual.

No encontro de hoje, também foram discutidos os próximos passos que deverão ser dados pela campanha presidencial do PSB. O primeiro ato de campanha de Marina Silva já como candidata ao Planalto deve ocorrer neste próximo final de semana em Recife (PE), reduto eleitoral de Eduardo Campos. Campos, que era o candidato do PSB à Presidência da República, morreu na semana passada em um acidente aéreo em Santos, no litoral paulista.

Eleições 2014