1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Comissão da Câmara marca depoimento de Cerveró

DAIENE CARDOSO - Agência Estado

02 Abril 2014 | 11h 05

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados marcou para o dia 16 de abril o depoimento do ex-diretor internacional da Petrobras Nestor Cerveró. Os deputados devem também ouvir o ministro da Fazenda, Guido Mantega, no dia 23 deste mês.

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) leu na manhã desta quarta-feira, 02, a carta enviada por Cerveró, onde o ex-diretor manifestou disposição de comparecer à Câmara. "Venho informar a Vossa Excelência que estou à disposição da Câmara dos Deputados para prestar os esclarecimentos que se fizerem necessários sobre minha participação, à época, como diretor internacional da aludida estatal, bem como sobre toda a tramitação do processo aprovado pelo Conselho de Administração da Petrobras e, ainda, demais fatos que atestam a lisura do meu procedimento", diz Cerveró.

Segundo o tucano, por telefone, o advogado Edson Ribeiro informou que Cerveró disse que todos os membros do Conselho de Administração da Petrobras dispunham dos detalhes da compra da refinaria de Pasadena (EUA) quando o negócio foi fechado. O ex-diretor participou da negociação e foi apontado como autor do resumo executivo que balizou a aprovação da transação pelo Conselho de Administração da Petrobras em 2006.

A compra teve o voto favorável da presidente Dilma Rousseff, que comandava o Conselho. Ela disse que o resumo tinha "informações incompletas" e era técnica e juridicamente "falho". Cerveró foi exonerado da diretoria financeira da BR Distribuidora no dia 21 de março, após a repercussão negativa do caso, que leva agora o Congresso a debater a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para realizar a investigação.