1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições 2014

Coligação de Aécio vai ao TSE pedir multa contra Dilma

ERICH DECAT - Agência Estado

07 Julho 2014 | 18h 09

A coligação Muda Brasil, do candidato presidencial Aécio Neves (PSDB), deverá apresentar nesta segunda-feira, 7, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) representação contra a presidente Dilma Rousseff por propaganda eleitoral antecipada. No documento deverá constar o pedido de aplicação de multa à petista. O valor, de acordo com a Lei Eleitoral, varia de R$ 5 mil a R$ 25 mil.

Segundo o advogado da coligação, Flávio Henrique Pereira, a ação tem como base o discurso proferido pela petista no último dia 2 de julho, quando ela participou da entrega de habitações do programa Minha Casa Minha Vida, no Espírito Santo.

"Pretendo apresentar ainda hoje a representação que trata do evento do Minha Casa Minha Vida ocorrido na semana passada. Consideramos o discurso como propaganda antecipada. Ela também faz ataques à oposição na hora que ela usa o termo ''os ''pessimistas. Há também o fato de ela ter prometido novas casas para o ano que vem", afirmou Pereira.

Essa deverá ser a segunda representação apresentada ao TSE pela coligação do PSDB contra representantes do governo federal nos últimos dois dias. A primeira pedia a suspensão de propagandas veiculadas pela Petrobras, pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Agência Nacional de Saúde (ANS). A representação foi aceita pelo ministro do TSE, Tarcisio Vieira de Carvalho Neto.

Eleições 2014