1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Cenário das eleições na Bahia já está montado

TIAGO DÉCIMO - Agência Estado

04 Abril 2014 | 16h 17

Apesar de ainda faltar confirmação de alguns nomes, o cenário das eleições majoritárias na Bahia, este ano, está definido. A chapa governista, montada após articulações do governador Jaques Wagner (PT), por exemplo, está montada. Seu ex-secretário da Casa Civil, o também petista Rui Costa (exonerado no último dia 1º), será o candidato ao governo pelo bloco. Para concorrer à vaga no Senado, o escolhido foi o ex-vice-governador Otto Alencar (exonerado na última sexta-feira), do PSD. O candidato a vice será o deputado João Leão (PP). Wagner não concorrerá na eleição - diz ter abdicado da disputa ao Senado para abrir espaço na chapa aos partidos aliados.

A oposição ao governo, liderada pelo prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), ainda tenta articular uma chapa única para o pleito. O anúncio oficial deve ser feito no início desta semana e deve ter o ex-governador Paulo Souto (DEM) como candidato ao governo, com o ex-prefeito de Mata de São João, na região metropolitana de Salvador, João Gualberto, do PSDB, como vice. As negociações tentam levar o ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), a aceitar a indicação ao Senado, embora ele ainda tente articular sua candidatura ao governo, pelo grupo ou fora dele, com o apoio de partidos menores.

Entre os dois campos está a candidatura da senadora Lídice da Mata (PSB), ex-prefeita de Salvador, ao governo. A vaga de vice de sua chapa ainda está aberta e integra a negociação com potenciais partidos aliados. Concorre ao Senado, pela legenda, a ex-corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Eliana Calmon.

#ET