Carlos Lupi é reeleito presidente do PDT até 2019; Ciro será vice-presidente

Resultado fortalece candidatura do ex-ministro Ciro Gomes à Presidência em 2018

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

18 Março 2017 | 15h23

BRASÍLIA - O ex-ministro Carlos Lupi foi reeleito na manhã deste sábado, 18, presidente nacional do PDT, cargo que ocupa desde 2004. Ele foi reconduzido ao cargo, por unanimidade, durante convenção nacional do partido. No evento, o ex-ministro Ciro Gomes foi escolhido primeiro vice-presidente da legenda, em uma articulação para fortalecer sua candidatura à Presidência da República em 2018. Os dois ficarão nos cargos até 2019. 

Como mostrou o Broadcast Político em dezembro de 2016, Ciro focará a construção de sua candidatura em 2017 na costura de palanques nos Estados e na elaboração de seu futuro programa de governo. A estratégia é superar o discurso focado na crítica ao impeachment da hoje ex-presidente Dilma Rousseff (PT), de quem foi aliado, e dar início a uma fase propositiva, com foco em propostas para superação da crise econômica.

De acordo com Ciro, a coordenação do programa ficará a cargo do filósofo e teórico social brasileiro Mangabeira Unger. Ex-ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência nos segundo governos Lula e Dilma, Unger se filiou ao PDT em novembro de 2015, mesma época em que Ciro ingressou no partido, após deixar o Pros. Até então, Unger era filiado ao PMDB, agremiação da qual foi um dos criadores.

Ciro e Unger definiram como prioridade detalhar propostas do programa de governo em três áreas "mais urgentes": Educação, "transição econômica em direção a um modelo nacional de desenvolvimento industrial" e reforma da Previdência. "É necessário evoluir da chamada denúncia do golpe e da negação da legitimidade desse governo, sem deixar de denunciar e começar a propor sugestões para superar a crise econômica", disse Ciro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.