1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Candidatura de Meirelles ao Senado ainda é indefinida

JOSÉ ROBERTO CASTRO - Agência Estado

18 Março 2014 | 10h 45

O ex-presidente do Banco Central e possível candidato do PSD ao Senado por São Paulo Henrique Meirelles disse nesta terça-feira, 18, ao chegar a evento promovido por seu partido na capital paulista, que o Brasil tem condições de voltar a crescer, "como fez entre 2003 e 2010".

"O País já foi considerado a estrela do mundo, agora em enfrentado mais dificuldades, mas é um novo ciclo, uma nova era. Temos condições de enfrentar o próximo desafio que é o da produtividade", disse Meirelles, que informou não ter definido ainda se será candidato ao Senado.

Sobre a possibilidade de racionamento de energia, que fez o Morgan Stanley rebaixar a previsão de crescimento do Brasil para os próximos anos, Meirelles se limitou a dizer que, caso o racionamento aconteça, ele "certamente" atrapalharia as perspectivas de expansão do PIB.

Em um momento em que a inflação volta ao centro do debate político, Meirelles, que comandou o BC durante todo o governo Lula, não quis responder se aceitaria emprestar seu nome para algum candidato à Presidência na campanha. O PSD, seu partido, vai apoiar a presidente Dilma Rousseff (PT). "Vamos aguardar a evolução dos acontecimentos e, no momento adequado, tomar uma decisão", afirmou.