1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Campos critica redução no efetivo da Polícia Federal

ANA FERNANDES - Agência Estado

05 Maio 2014 | 08h 56

O pré-candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) criticou a gestão do governo Dilma Rousseff sobre a Polícia Federal (PF). Em entrevista cedida na manhã desta segunda-feira, 5, à Rádio Itatiaia, de Minas Gerais, Campos disse que a PF teve redução de 3 mil pessoas em seu efetivo, nos últimos três anos.

Como já havia feito em entrevistas anteriores, Campos atribuiu ao problema de segurança pública primeiramente à questão do tráfico de drogas e ressaltou o papel fundamental da PF no controle das fronteiras. Campos disse ter visitado recentemente o oeste do Paraná. "As fronteiras estão desguarnecidas", afirmou.

O ex-governador de Pernambuco disse também ser importante atuar na prevenção e que sua principal proposta nesse sentido será ampliar o Ensino Médio em tempo integral na rede pública. Segundo ele, a política foi efetiva em Pernambuco e disse que o Estado tem hoje mais jovens estudando em tempo integral que Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo somados.

Maioridade penal

Eduardo Campos voltou a dizer que é contrário à redução da maioridade penal de 18 para 16 anos de idade e afirmou ainda que a mudança não seria possível sem alterar a Constituição. "O Supremo Tribunal Federal já decidiu que não se pode mexer na idade penal, só se tiver uma nova Constituição."

O pré-candidato disse, contudo, ser favorável a que jovens que tenham cometido crimes contra a vida passem por um tempo de internação maior.