1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Brasil iniciou novo período histórico em 2003, diz Dilma

JOSÉ ROBERTO CASTRO, CARLA ARAÚJO E ELIZABETH LOPES - Agência Estado

27 Junho 2014 | 13h 46

A presidente Dilma Rousseff usou boa parte de seu discurso durante a convenção do PT na Bahia, nesta sexta-feira, 27, para exaltar as realizações dos governos do PT nos últimos 11 anos. Segundo Dilma, em 2003 o partido iniciou um novo período na história do Brasil quando Lula assumiu um compromisso de enfrentar a desigualdade, o que, segundo a presidente, ninguém tinha feito antes.

Dilma Rousseff disse que a "palavra mágica" da administração petista é "oportunidade". Ela lembrou as universidades e escolas técnicas criadas, além do ProUni. "Nestes 11 anos, podemos dizer com orgulho que este País ficou muito mais justo", afirmou.

A partir daí, Dilma começou a buscar uma comparação com a oposição. Sem citar nomes, a presidente fez acusações ao PSDB e as suas realizações no governo federal. Segundo ela, a eleição será o confronto de dois modelos de governo e o desafio é não voltar atrás.

Segundo a presidente da República, a mudança pregada pela oposição é um retrocesso, uma volta ao tempo do arrocho salarial, do desemprego e da inflação: "época em que se vendia patrimônio público para pagar o Fundo Monetário Internacional". "Quem teve a competência de implantar nos últimos 11 anos a maior mudança é quem tem capacidade de continuar a mudar. Quem nunca mudou nada, nem quando teve a oportunidade porque estava no governo, não tem competência pra mudar", afirmou.

Dilma lembrou dos programas sociais do governo e afirmou que Lula tirou "uma Argentina" da pobreza, lembrando que o número de pessoas que foram elevadas à classe média, 42 milhões, é parecido com a população do país vizinho.

Eleições 2014