1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Base no Senado quer votação rápida do Marco Civil

RICARDO BRITO E DÉBORA ÁLVARES - Agência Estado

26 Março 2014 | 19h 06

O líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB), e os líderes do PT, Humberto Costa, e do PMDB, Eunício Oliveira, afirmaram nesta quarta-feira, 26, que querem votar rapidamente o projeto do Marco Civil da Internet, aprovado na noite desta terça-feira, 25, na Câmara dos Deputados. Apesar da disposição, as lideranças dos principais partidos da Casa ainda não decidiram quem serão os relatores da matéria.

O projeto terá de tramitar na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), em que será analisado o mérito do texto, e na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que debaterá os aspectos legais da matéria. "Temos disposição para votarmos o mais rápido possível", afirmou Eduardo Braga. "Este (a votação rápida) era o desejo na Câmara e com certeza vai ser o desejo no Senado", afirmou Humberto Costa.

Mais cedo, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que vai conversar com o presidente da CCJ, senador Vital do Rego (PMDB-PB), para pedir agilidade na votação.

Para aprovar o Marco Civil ontem, o governo precisou recuar e ceder em artigos que tratavam sobre a neutralidade de rede e a exigência de datacenters no País.