1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Mensalao

Auxiliares de Dirceu negam que ele tenha usado celular

DAIENE CARDOSO E BERNARDO CARAM - Agência Estado

17 Janeiro 2014 | 16h 57

Assessores do ex-deputado José Dirceu (PT-SP) divulgaram na tarde desta sexta-feira, 17, uma nota negando que ele tenha tido acesso a telefone celular no Complexo Penitenciário da Papuda, onde cumpre pena desde 16 de novembro. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, Dirceu teria falado ao celular na semana passada com o secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, James Correia. A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal anunciou que abriu nesta sexta-feira um processo administrativo-disciplinar, com prazo de apuração do episódio em 30 dias, e o resultado da investigação será encaminhado à Vara de Execuções Criminais.

"O ex-ministro José Dirceu nega, enfaticamente, que tenha conversado por telefone celular na semana passada com James Correia, secretário da Indústria, Comércio e Mineração do governo da Bahia", diz a nota, assinada pelo advogado do ex-deputado, José Luís Oliveira Lima. "Meu cliente afirma também que tampouco recebeu qualquer visita que tenha usado o telefone celular em sua presença no interior da Papuda, o que violaria as regras para visitas no presídio, e que estuda tomar medidas judiciais cabíveis para reparação da verdade no caso", conclui o texto.

Mensalao