1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Ato perto da Fonte Nova reuniu 20 mil pessoas

O Estado de S. Paulo

13 Junho 2014 | 22h 04

 Um grande protesto no centro de Salvador marcou as manifestações de junho de 2013 na Bahia. No dia 20, enquanto Uruguai e Nigéria se enfrentavam na Arena Fonte Nova pela Copa das Confederações, cerca de 20 mil pessoas – que protestavam contra a tarifa de transporte público, os maus serviços na saúde, educação e segurança e a corrupção – entraram em confronto com a Polícia Militar, nos arredores do estádio.

Nilton Fukuda/Estadão
SALVADOR BAHIA 20.06.2013 - ESPORTE - ESPORTES CIDADES - COPA DAS CONFEDERAÇÕES - Protesto da população de Salvador pedindo redução da passagem entre outras reinvidicações. Os manifestantes sairam da Praça Campo Grande rumo ao estádio Arena Fonte Nova - Na foto conflito no Bairro dos Barris nas imediações da Arena - Foto: NILTON FUKUDA/ESTADÃO

O tumulto durou mais de três horas e houve danos aos patrimônios público e privado. Pontos de ônibus e banheiros públicos foram depredados e 12 lojas e agências bancárias do centro da cidade tiveram as fachadas destruídas. Estabelecimentos foram saqueados. Houve ato também em frente ao hotel onde a delegação da Fifa estava hospedada, na Praça do Campo Grande. Após esse protesto, Salvador não registrou nenhuma outra grande manifestação. Grupos menores, de até 2 mil pessoas, voltaram a fazer passeatas, a maioria pacífica.

Houve tentativa de fazer um novo grande protesto, em 27 de junho, nas proximidades da arena, mas a chuva frustrou a organização. Das 10 mil pessoas esperadas, só 500 participaram.

Eleições 2014