1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Apuração da Petrobras sobre SBM pode sair neste mês

MARIANA SALLOWICZ - Agência Estado

24 Março 2014 | 21h 05

O ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Jorge Hage, afirmou nesta segunda-feira esperar que a Petrobras conclua até o final do mês a apuração interna sobre o caso da SBM Offshore. Um ex-diretor da empresa holandesa denunciou esquema de pagamento de propina a funcionários da estatal para fechar contratos bilionários.

"Ela (Graça Foster, presidente da Petrobras) me assegurou que já estava em andamento a apuração interna, que deve ficar concluída até o final do mês", afirmou em ciclo de conferências realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no Rio.

Segundo Hage, a partir da apuração interna da Petrobras, a CGU irá decidir se será necessário aprofundá-la ou se bastará o trabalho feito pela estatal. O órgão pediu os contratos fechados com a holandesa, que já foram enviados pela Petrobras, além do resultado da comissão interna de apuração.

O ministro afirmou que foram enviadas duas missões da CGU para o exterior com o objetivo de avaliar o caso, uma para a Europa e a outra para os EUA. Foram feitos contatos com o Ministério Público da Holanda, além do Ministério da Justiça americano e a SEC (órgão que regula o mercado de ações dos EUA). "Nenhum desses órgãos tinha procedimento instaurado, tinham apenas informações da SBM e de procedimento interno", afirmou Hage. Agora, está sendo decidido se esses órgãos internacionais irão instaurar procedimentos sobre o caso.

Hage disse também que foi solicitada a cooperação internacional. "Não é prevista (a cooperação) para procedimento administrativo, só penal", explicou. Apesar disso, diz que há sinalização positiva de que a cooperação ocorrerá.