1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ampliação de CPI da Petrobras não é problema, diz Campos

ANGELA LACERDA - Agência Estado

31 Março 2014 | 17h 09

Pré-candidato à Presidência da República, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), disse nesta segunda-feira, 31, não ter conversado nem pretender conversar com o senador Aécio Neves, presidenciável do PSDB, sobre uma eventual estratégia para fazer frente à decisão do governo de ampliar a CPI da Petrobras para investigar licitações de trens urbanos no governo tucano em São Paulo e irregularidades em obras do Porto de Suape em Pernambuco.

"Não conversei com ninguém sobre isso e não vou conversar", afirmou, em entrevista, no Palácio do Campo das Princesas, depois de lançar o projeto Pernambuco Tridimensional, que irá fazer o mapeamento digital a laser, em alta resolução, dos 98 mil quilômetros quadrados de área do Estado.

"Nós estamos tranquilos, que se investigue o que quiser ser investigado", reafirmou, ao ser indagado sobre a ampliação das investigações da CPI como forma de atingir os adversários do governo federal nesta eleição. "Não vamos ter uma atitude infantil de achar que se vai barrar esse processo de investigação", criticou. "Se qualquer outro processo precisa ou precisava ser aberto, o que é estranho é que só se fale nisso neste momento em que se está fazendo o debate sobre a Petrobras".

"De um lado vejo como atitude infantil, do outro percebo como se fosse quase uma confissão de que tem alguma coisa errada", repetiu, ao frisar que "as questões da Petrobras não foram criadas por nenhum de nós". "A Petrobras não perdeu a metade do valor na bolsa por iniciativa nossa; não se endividou quatro vezes mais que era por qualquer decisão nossa; não fomos nós que dissemos que se tivesse tido acesso a todos os documentos não teria votado pela compra da refinaria (Pasadena, nos Estados Unidos) nos termos em que ela foi comprada no estrangeiro".

"Esses problemas foram criados pelo próprio governo e o próprio governo que diz, a própria presidente da Petrobras (Graça Foster) que diz que não vai ficar pedra sobre pedra, que ela vai investigar". Acrescentou que o Congresso resolveu abrir essa CPI para também investigar - assim como está sendo investigado pelo Ministério Público, pela Policia Federal, pela própria direção da Petrobras e pelas empresas de auditoria que fazem o controle interno na empresa. Campos disse não saber do objeto de uma eventual investigação no Porto de Suape. "Absolutamente", desconversou.

Projeto.

O projeto Pernambuco Tridimensional usa a metodologia de aerofotogrametria, terá investimentos de R$ 19 milhões em parceria com o Banco Mundial, e prazo de conclusão de 15 meses. Quando concluído, todo o mapeamento será disponibilizado na internet. "Será economia de recursos, trabalho e tempo", adiantou o governador, ao lembrar que Pernambuco será o primeiro Estado brasileiro a contar com esta ferramenta.

Campos se desincompatibiliza do cargo no dia 4 de abril e no dia 13 viaja para Brasília. No dia 14 terá uma reunião para definir a agenda nacional a ser cumprida, que inclui debate do programa presidencial, visita a Estados e diálogo com os diversos setores da sociedade. "Teremos um ponto de apoio em Brasília e o comando da campanha será em São Paulo", afirmou. Antes de viajar, dedicará uma semana à família. "Foi um Termo de Ajuste de Conduta que assinei em casa com Renata (a primeira dama)", brincou ele. "Vou cumprir à risca".

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo